• Deputado Galo

Após quase oito meses, bares voltam a funcionar em Curitiba


Foto: Divulgação/Curitiba Comedy Club

Desde março de 2020, quando teve início a pandemia da Covid-19, os donos de bares podem contar os dias que puderam abrir os estabelecimentos para atender clientes.

A primeira vez que esses locais precisaram ser fechados foi em 13 de junho de 2020. A reabertura só aconteceu em 18 de agosto.


No entanto, a medida durou pouco tempo e os bares foram fechados novamente no dia 07 de setembro e isso durou até o dia 25 de setembro, com o retorno da bandeira amarela na cidade.


Em 27 de novembro, a Prefeitura de Curitiba voltou a determinar o fechamento desses locais após aumento no número de casos e mortes pela Covid-19, além da taxa de ocupação nos leitos UTI SUS e de enfermaria exclusivos para o novo coronavírus.


Desde então, mesmo com mudanças de bandeira, bares e casas noturnas permaneceram fechados até a última quarta-feira (7), quando a capital voltou novamente para a bandeira amarela e autorizou o funcionamento dos bares todos os dias da semana, entre as 10h e 23h, permitindo ainda a entrada dos clientes.


O empresário Júlio César Hezel, presidente do Núcleo de Eventos da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) no Paraná, lembra que o setor foi o mais prejudicado, pois, segundo ele, segmentos similares tiveram autorização para voltar a funcionar há muito mais tempo.


Para Felipe Lopes, advogado e consultor jurídico do Nina – Bar e Restaurante, a expectativa é que com o avanço da vacinação, o setor de bares e eventos possam voltar a atender com capacidade máxima o mais rápido possível.


Tato Cappora, sócio da Paradis Club, no bairro São Francisco, precisou readaptar o espaço que funcionava como casa noturna. Por não poder funcionar nesse formato, ele decidiu transformar o espaço.


No final de junho, a Prefeitura de Curitiba autorizou que bares e casas noturnas possam funcionar como lanchonetes ou restaurantes, enquanto forem mantidas as restrições de funcionamento, desde que esses locais façam adaptações e respeitem os protocolos de prevenção ao novo coronavírus.

Mesmo na bandeira amarela, atividades em casas de shows, casas noturnas e atividades correlatas seguem suspensas na cidade. Além disso, os estabelecimentos liberados não podem reunir mais de 50 pessoas, independente do tamanho do espaço.


Fonte: CBN Curitiba

https://cbncuritiba.com/bares-voltam-funcionar-curitiba-bandeira-amarela/



2 visualizações0 comentário