• Deputado Galo

Conta de luz dos paranaenses pode ter reajuste de 9,67%


Foto: Jaelson Lucas/AEN

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou, nesta terça-feira (30), a abertura de uma Consulta Pública para discutir a proposta da revisão da tarifa de energia da Copel. A distribuidora atende 4,8 milhões de unidades consumidoras localizadas em 394 municípios do estado do Paraná.


Conforme a agência, o índice médio de reajuste proposto ao consumidor, ou seja, de encarecimento da tarifa, é de 9,67%. No entanto, segundo a ANEEL, os índices propostos para consulta são preliminares.


De acordo com a ANEEL, os índices foram impactados, em especial, pelos encargos setoriais e pelos custos com aquisição e transporte de energia.


Por meio de nota, a Copel informou que não fez nenhum pedido ou solicitação de reajuste e que a decisão sobre o reajuste da tarifa é da Agência Nacional de Energia Elétrica, cabendo à companhia o cumprimento das deliberações.


Ainda segundo a Copel, o sistema elétrico nacional é interligado e as tarifas são definidas pela ANEEL levando em conta diversos fatores. Dentre eles estão a compra de energia da Itaipu, cotada em dólar, o custo de transmissão da mesma energia, que é federal, a inflação e, mais recentemente, o acionamento das usinas termelétricas, que tem sido realizado por conta da ausência de chuvas regulares e da baixa dos reservatórios que geram energia nas hidrelétricas.


Conforme a ANEEL, os valores definitivos serão aprovados após a análise das contribuições recebidas na Consulta Pública e na Audiência Pública, marcada para o dia 23 de abril, e entrarão em vigor em 24 de junho de 2021.


Fonte: CBN Curitiba

https://cbncuritiba.com/conta-de-luz-dos-paranaenses-pode-ter-reajuste/

8 visualizações0 comentário