• Deputado Galo

Curitiba entra no segundo dia sem vacinação de 1ª dose


Foto: Pedro Ribas/SMCS

Curitiba entrou no segundo dia consecutivo de vacinação da primeira dose suspensa. Em seis meses de campanha de vacinação contra a covid-19, esta é a primeira vez que a capital precisa fechar todos os pontos durante a semana por falta de imunizantes.


Para avançar na vacinação por idade, a prefeitura aguarda a chegada de novas doses, repassadas pela Secretaria de Estado da Saúde.


Capacidade

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, Curitiba tem capacidade de aplicar mais de 30 mil doses por dia. Se houvesse vacina disponível, em menos de 20 dias seria capaz de terminar de imunizar com ao menos uma dose toda a sua população com mais de 18 anos.


Segunda dose

Os pontos de vacinação serão reabertos nesta quinta (15) e sexta-feira (16), para a aplicação de segunda dose, conforme calendário já divulgado. Nestes dois dias serão vacinadas com segunda dose pessoas de 65 anos que receberam a primeira da Astrazeneca entre os dias 17 e 23 de abril, e também algumas com 54 e 53 anos, professores e outros que receberam Coronavac entre 15 e 19 de junho.


Nesta terça-feira (13), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reforçou a importância da segunda dose. Segundo a Anvisa, é importante tomar a dose de reforço da vacina contra a covid-19, porque a eficácia do imunizante foi comprovada a partir de análises realizadas com as duas aplicações.


A pessoa que não completa o esquema vacinal fica mais vulnerável à infecção pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) do que aquela que recebeu as duas doses. Ou seja, além de se expor ao risco de ser contaminado e adoecer, esse indivíduo não ajuda a controlar a circulação do vírus.


E tem mais: a vacinação incompleta pode criar um ambiente propício para o surgimento de versões ainda mais resistentes do coronavírus.


Fonte: CBN Curitiba

https://cbncuritiba.com/curitiba-vacinacao-sem-vacina-1-dose-segundo-dia/

8 visualizações0 comentário