• Deputado Galo

DEPUTADO GALO REPUDIA “CARTEIRADA” QUE ACABOU COM DEMISSÃO NO DETRAN

Atualizado: 17 de mai.



Na tribuna da Assembleia Legislativa, na última quarta-feira ( 11 ) o deputado Galo utilizou a expressão “ assunto triste” para definir um lamentável caso da famosa e desprezível “carteirada” em uma funcionária do DETRAN e que ocasionou a demissão da mesma já no dia seguinte, conforme pedido do ex-procurador da Lava Jato, Diogo Castor demitido ainda no ano passado, que não entendeu que o que ele queria não poderia ser realizado pelo órgão.


Depois de muito bate boca, pois a funcionárianão conseguia baixar o RENAINF, multa que só pode ser paga na Polícia RodoviáriaFederal, para então ser baixada, veio a tal “carteirada” com o ex-procurador dizendo que pediria sua cabeça ao seu chefe, entrando em seguida na sala da diretoria, exigindo uma providência, o que lamentavelmente aconteceu com a exoneração da funcionária que deixou o trabalho no dia seguinte.


Maria Clara Proença de Aquino, trabalhava a muitos anos no DETRAN e tentou de todas as maneiras explicar que aquela multa não poderia ser legalizada pelo órgão, mas a truculência e total falta de respeito do procurador fez com que o absurdo do conhecido “ você não sabe com quem está falando” fosse acolhido pelo superior da servidora e ela acabou perdendo o emprego. Para o deputado, é inacreditável que, em pleno 2.022 ainda haja esse tipo de comportamento por pessoas que pelos cargos que ocupam, acham que podem tudo e são melhores que os outros.


O deputado Galo diz que pedirá providências imediatas ao governador Ratinho Junior para que a servidora exonerada seja reintegrada ao cargo que ocupava no DETRAN. O deputado salienta que, mesmo demitido ainda no ano passado, o ex-procurador ainda continua recebendo seus proventos de mais de 50 mil reais mensais.


Antônio Carlos Ribas

DRT - 0011938 PR

8 visualizações0 comentário