• Deputado Galo

Deputados do Paraná aprovam projeto que obriga sessões de cinema para pessoas com autismo e síndrome

Conforme o texto, as sessões adaptadas deverão ter, por exemplo, luzes levemente acesas e o volume do som reduzido.


A proposta foi aprovada em primeiro e deverá passar por pelo menos mais uma votação na Alep antes da sanção do governador — Foto: Dálie Felberg/Alep

Um projeto que obriga empresas operados de salas de cinema a terem, no mínimo, uma sessão mensal para crianças e adolescentes com autismo e síndrome de Down foi aprovado na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), na terça-feira (20).


A justificativa do projeto, de autoria dos deputados Delegado Francischini (PSL) e Marcio Pacheco (PDT), é a inclusão dessas pessoas em atividades cotidianas. Conforme o texto, as sessões adaptadas deverão ter, por exemplo, luzes levemente acesas e o volume do som reduzido.


Eles explicaram que a hiperatividade, a sensibilidade auditiva e visual, a dificuldade de concentração e a necessidade de permanecer por longo período em uma sessão comum são "um desafio intransponível para esse público".


O texto também determina que crianças e adolescentes com a síndromes poderão ter acesso irrestrito à sala de exibição, podendo entrar e sair sempre que desejarem.


A proposta foi aprovada em primeiro e deverá passar por pelo menos mais uma votação na Alep antes da sanção do governador.


Fonte: G1 Paraná

© 2020 por Deputado Galo