• Deputado Galo

Dose de reforço: saiba se você já pode receber ou quando será sua vez


Dose de reforço: saiba se você já pode receber ou quando será sua vez. Foto: Pedro Ribas/SMCS

No início, bastavam uma ou duas doses da vacina contra a covid-19 para o indivíduo estar protegido do risco de casos graves da doença. Mas estudos avaliam que, após alguns meses, a eficácia do imunizante se reduz e o organismo humano precisa de doses adicionais, os “reforços” para manter a proteção que contribuiu para redução de mortes e internamentos causados pelo vírus Sars-Cov2.


Assim, mesmo os curitibanos já totalmente imunizados (77,8% da população) ainda têm um compromisso com a vacina: receber as doses adicionais de imunizante.


A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) tem feito o chamamento da população para essas doses adicionais conforme novos grupos são inclusos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19 (PNO) ,do Ministério da Saúde, e quando recebe lotes do imunizante com esse destino, respeitando o intervalo recomendado entre as aplicações.


O objetivo é que toda a cidade se mantenha com a melhor resposta imune da vacina.

“Tivemos uma ótima adesão do curitibano à vacina anticovid, o que refletiu na redução de mortes e internamentos. Esse trabalho coletivo deve continuar e pessoas com 18 anos ou mais que já completaram o esquema vacinal primário devem se atentar para receber também o reforço”, destaca a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

Por que reforçar?

Estudos apontam a redução da efetividade da proteção máxima das vacinas meses após o esquema vacinal completo (duas doses de Coronavac, Pfizer e AstraZeneca; uma dose da Janssen). O diretor do Centro de Epidemiologia da SMS, Alcides de Oliveira, explica que essas aplicações suplementares mantêm o efeito protetivo da vacina nos melhores patamares.

“Com o passar do tempo, essa queda de proteção é observada por todas as vacinas, independentemente da idade do indivíduo. Com as doses de reforço, o organismo volta a apresentar o aumento da resposta imune ao vírus”, diz Oliveira.

Quem recebe reforço?

Estão aptos a receber a dose do reforço contra a covid-19: - Pessoas com 18 anos ou mais que já completaram o esquema vacinal (duas doses ou a dose única da Janssen): uma dose de reforço; - Pessoas com imunossupressão com 12 anos ou mais: duas doses de reforço; - Gestantes e puérperas (mulheres que tiveram filho nos últimos 45 dias) com 18 anos ou mais: uma dose de reforço;


Atenção: - Se a pessoa foi infectada pelo vírus da covid-19, deve aguardar 30 dias após a confirmação da contaminação por teste ou do primeiro dia de sintomas para se vacinar; - Não recebem dose de reforço: adolescentes de 12 a 17 anos e crianças de 5 a 11 anos; - A dose de reforço para adolescentes imunossuprimidos entrou no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO) do Ministério da Saúde (MS) em 9 de fevereiro e, em breve, a SMS irá realizar o chamamento desse grupo, após fazer o levantamento da estimativa dessa população na cidade e receber doses destinadas a esse público.


Quando se vacinar

A data para receber a dose de reforço contra a covid-19 varia conforme a marca do imunizante recebido e ao grupo que a pessoa pertence. Veja cada caso:

Pessoas com 18 anos ou mais: O intervalo para a aplicação adicional considera a marca do imunizante no esquema vacinal inicial: - Coronavac, Pfizer e AstraZeneca: o reforço é 4 meses após a segunda, preferencialmente com a Pfizer. Alternativamente, podem ser ofertadas Janssen ou Astrazeneca. - Janssen: o reforço é após 2 meses a dose única, também com Janssen. A Pfizer é marca alternativa.


Pessoas imunossuprimidas - Pessoas imunossuprimidas com 18 anos ou mais (duas doses no esquema vacinal primário): a primeira dose do reforço (3ª dose) é 56 dias após a segunda, Pfizer, AstraZeneca ou Janssen. O segundo reforço (4ª dose) é 4 meses após a aplicação anterior, com Pfizer, AstraZeneca ou Janssen. - Adolescentes entre 12 e 17 anos imunossuprimidos: Curitiba vai realizar em breve o chamamento desse grupo (está dimensionando púbico e aguardando doses para essa destinação), que vai receber a primeira dose do reforço (3ª dose) 56 dias após a segunda. A 4ª dose (segundo reforço) é 4 meses após a aplicação anterior, com Pfizer, obrigatoriamente.


Gestantes e puérperas - Gestantes e puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias) com 18 anos ou mais: recebem uma dose de reforço (3ª dose) 4 meses após a segunda dose, preferencialmente com a Pfizer. A Coronavac é dose alternativa. - Gestantes e puérperas entre 12 e 17 anos imunocomprometidas: Quando Curitiba iniciar a convocação desse grupo, poderá receber uma dose de reforço com Pfizer, a partir de 4 meses do esquema primário.


Como saber quando receber a dose de reforço

A Prefeitura de Curitiba oferece ferramentas para auxiliar a população a se programar para receber todas as doses da vacina contra a covid-19. Uma delas é site Imuniza Já Curitiba, com todas as informações sobra a vacinação contra o coronavírus na cidade. A outra é o Aplicativo Saúde Já, que também pode ser acessado pelo site saudeja.curitiba.pr.gov.br.


- Site Imuniza Já Curitiba No Imuniza Já é possível visualizar quem está sendo convocado naquela dada, as repescagens (para quem não compareceu na data da convocação) e os locais de vacinação.

O cronograma informa a data limite para cada situação. Por exemplo: na quarta-feira (16/2), o site informava que para a 3ª Dose (dose de reforço) que estão convocados “Todos com 18 anos ou mais vacinados com a 2ª dose (Pfizer, Astrazeneca ou Coronavac) até 7/10”. Isso significa que as pessoas que tomaram a segunda dose no dia 7 de outubro ou antes (e ainda não buscaram a aplicação) podem receber essa dose extra nos pontos de vacinação para covid-19.


- Aplicativo Saúde Já Outra opção é consultar a convocação para a dose de reforço no Aplicativo Saúde Já Curitiba. O aviso é feito somente por mensagem. A recomendação é manter ativado no telefone celular a função de notificação para receber o aviso de que nova mensagem chegou ao aplicativo.

Caso não queira ativar essa função, consulte periodicamente a caixa de mensagens recebidas no app (ícone do envelope, no lado direito da tela, abaixo da identificação do usuário).

Ao clicar no envelope, o sistema mostra todas as mensagens recebidas. Procure pela mensagem com o título “Dose de reforço vacina contra covid” e clique para saber detalhes. Confira aqui como realizar esse passo a passo.


Fonte: Prefeitura de Curitiba

https://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/dose-de-reforco-saiba-se-voce-ja-pode-receber-ou-quando-sera-sua-vez/62620

0 visualização0 comentário