• Deputado Galo

Filas no ferry boat de Guaratuba viram rotina após nova administração


Foto: Jorge Woll/DER

Neste fim de semana, quem passou pelo ferry boat de Guaratuba, no litoral do Estado, enfrentou longas filas para conseguir fazer a travessia.

É o caso do Paulo André Lopes, que esperou por três horas na fila, na última sexta-feira (30). Ele conta que a situação se repete desde que a nova concessionária começou a operar, no dia 7 de abril.


Frederico Júnior passou pela mesma situação neste fim de semana. Ele reclama da falta de informação por parte da empresa responsável.


Augusto Pedrotti, presidente da Associação Comercial e Industrial de Guaratuba, afirma que a entidade já buscou um posicionamento da empresa que administra o ferry boat, mas aguarda a resolução do problema. Ele explica que o erro já começou no processo de licitação.


O presidente da Associação Comercial e Industrial de Guaratuba diz que a situação é prejudicial para a recuperação da economia local.


Por meio de nota, o Departamento de Estadas e Rodagem (DER/PR), esclareceu à CBN Curitiba, que a travessia passa por um momento incomum, de transição entre concessionárias, após décadas de atividade da empresa anterior. A situação deve melhorar com a atuação de mais embarcações, sendo normalizada na sequência, segundo o DER/PR.


O departamento informa ainda que está acompanhando a situação, já tendo notificado a empresa concessionária quanto a esclarecimentos do que está sendo feito e planejado para melhorar a situação. A mesma providenciou uma balsa, atualmente passando por adequações, que passará a ser utilizada na travessia também, após passar por inspeção da autoridade marítima. Além disso, o DER/PR informa que estão em tratativas para acelerar a chegada de mais embarcações.


Com a mudança, a nova empresa concessionária deve iniciar uma série de melhorias, que incluem a revitalização do pavimento, drenagem, iluminação e sinalização da área de concessão, implantação de ciclovias, e a reforma e adequação dos quatro atracadouros, incluindo rampas e flutuantes, já a partir deste primeiro ano de contrato.


Também serão revitalizadas edificações da área, incluindo a bilheteria secundária de Guaratuba, nos anos um e dois e nos anos sete e oito do contrato; a bilheteria da Prainha nos anos dois e oito; a lanchonete; Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU); instalações sanitárias; fraldário e área de convivência do lado de Guaratuba nos anos um e, depois, nos anos sete e oito.


A empresa deverá ainda construir uma nova bilheteria principal em Guaratuba, um novo SAU em Prainha, e instalar sistema antiqueda de veículos nas embarcações do DER/PR, ainda no primeiro ano da concessão, com implantação de uma barreira flutuante para contenção de vazamento de óleo prevista para o segundo ano.


Com a mudança de concessionária, a tarifa básica do ferry boat de Guaratuba foi reajustada para R$ 8,90. Estão isentos do pagamento os veículos emplacados e pertencentes a proprietários que residem no município de Guaratuba, para uma viagem de ida e volta, uma vez ao dia.


Fonte: CBN Curitiba

https://cbncuritiba.com/filas-no-ferry-boat-de-guaratuba-viram-rotina-apos-nova-administracao/

0 visualização0 comentário