• Deputado Galo

Maior e mais brilhante, ‘Lua das Minhocas’ ilumina o céu nesta segunda-feira


Foto: Pixabay

A noite desta segunda-feira (9) vai ser especial, com a presença de uma superlua no céu. O satélite natural da Terra irá aparecer 10% maior e até 30% mais brilhante. O fenômeno ocorrerá em apenas três vezes em 2020. A próxima vai ser em abril e a última em maio.


A superlua acontece quando a fase cheia da lua fica mais próxima da Terra, com uma distância de 357 mil km do nosso planeta, sendo que a distância média é de 384 mil km.


Outra curiosidade é que a lua cheia de março é chamada de “Lua das Minhocas”. A explicação para este nome se deve ao fato de que no Hemisfério Norte, o inverno chega ao fim, o solo começa a descongelar, e começam a surgir minhocas. Índios norte-americanos batizaram a superlua assim para se nortear quanto à mudança do inverno para a primavera.


Segundo o Simepar, a previsão do tempo para esta segunda-feira é de céu aberto e com boas condições de visualização. Um dos lugares indicados para presenciar o fenômeno é o Parque das Ciências Newton Freire Maia, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O local disponibiliza telescópios e vai estar aberto para visitação. É gratuito, mas é necessário fazer a inscrição nas redes sociais do parque.


Diferentes nomes

Em todos os meses do ano, existe uma denominação diferente para a Lua. Tem a da colheita, fruta, do castor e até do caçador. “Isto foi definido por pessoas no hemisfério norte. A relação é com eles e difere da gente, que está em outro posicionamento”, ressaltou o diretor do Parque da Ciência,  Anisio Lasievicz


Abaixo, a lista completa das luas cheias do ano:

Lua do Lobo (janeiro) – ganhou esse nome dos índios americanos por causa dos uivos dos lobos.


Lua da Neve (fevereiro) – o nome é por causa das nevascas nesta época do ano no hemisfério norte.


Lua das Minhocas (março) – é o início do fim do inverno no hemisfério norte, quando minhocas surgem no solo.


Lua do Ovo (Abril) – o nome está relacionado ao período da desova dos peixes no Hemisfério Norte.


Lua das Flores (maio) – o nome está relacionado à primavera no hemisfério norte, a estação das flores.


Lua do Morango (junho) – neste período é a colheita de morangos nos Estados Unidos.


Lua do Feno (julho) – neste período é a colheita do feno que alimenta os animais no hemisfério norte.


Lua do Peixe (agosto) – neste período começa a pesca do esturjão nos lagos dos Estados Unidos.


Lua da Fruta (setembro) – neste período começa a colheita das frutas no hemisfério norte.


Lua do Caçador (outubro) – nesta época do ano caçadores iam pras florestas garantir carnes para o inverno.


Lua do Castor (novembro) – os castores começam a concluir suas tocas nos rios para sobreviverem ao inverno.


Lua Fria (dezembro) – marca a chegada de fato do frio no inverno, com noites mais longas.


Serviço

Parque da Ciência Newton Freire Maia Endereço:  Estrada da Graciosa, 7400 – km 20 Parque das Nascentes – Pinhais/ PR Telefone: 41 – 3675-0121 www.facebook.com/parquedaciencia Instagram: @parquedaciencia


Fonte: Tribuna do Paraná

https://www.tribunapr.com.br/noticias/curitiba-regiao/lua-das-minhoca-ilumina-o-ceu-nesta-segunda-feira-9/

6 visualizações

© 2020 por Deputado Galo