• Deputado Galo

Março teve o maior número de mortes desde o início da pandemia


Foto: AEN

As previsões de algumas autoridades de saúde se confirmaram, o mês de março de 2021, o que completou um ano desde o início da pandemia da Covid-19, foi o pior no número de mortes em decorrência da doença no Paraná.


Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), foram 4.186 paranaenses que perderam a vida por complicações do novo coronavírus. Os números representam quase ¼ do total de mortes registradas pela doença desde março de 2020. Ao todo, 16.600 pessoas já morreram no estado pela Covid-19.


Por outro lado, conforme a Sesa, os decretos estaduais têm ajudado a conter a transmissão do novo coronavírus no estado, reduzindo a média móvel de casos em 34% e a média móvel de óbitos em 42%.


O secretário de Saúde, Beto Preto, frisa que os números ainda são preocupantes e, por isso, é preciso continuar mantendo os cuidados e respeitando as medidas de prevenção, uma vez que novas variantes já foram identificadas no estado e, sobre elas, ainda são preciso estudos para saber a eficácia da vacina aplicada nos paranaenses.


Beto Preto também revelou preocupação com o feriado de Páscoa, neste final de semana, até porque, foram em alguns feriados que os casos voltaram a subir no estado.


Nesta quarta-feira (31), a taxa de ocupação dos leitos de UTI SUS exclusivos para pacientes adultos da Covid-19 estava em 95% no Paraná, segundo dados da Sesa. Já a taxa de ocupação dos leitos de enfermaria estava em 82%.


Em todo o Paraná, nesta quarta, haviam 735 pessoas aguardando vaga em leitos da Covid-19, sendo 459 esperando leitos de UTI e 276 para leitos de enfermaria.


Fonte: CBN Curitiba

https://cbncuritiba.com/marco-teve-maior-numero-mortes-desde-o-inicio-pandemia/

0 visualização0 comentário