• Deputado Galo

Mudança na faixa etária das mortes por Covid-19 indica efeitos da vacina


Divulgação SMCS

Se no primeiro ano de pandemia de Covid-19, que começou em março do ano passado, predominavam os óbitos de idosos vítimas da doença, o cenário começou a mudar com o avanço da vacinação. Até 25 de janeiro, data em que a imunização teve início, os falecimentos na faixa etária de 20 a 59 anos representavam 22% do total das 9.433 mortes registradas no Paraná até então. Daquele dia até esta segunda-feira (12), o Paraná somou mais 23.098 óbitos, destes 40% foram de adultos entre 20 a 59 anos. O levantamento foi feito pela Rádio CBN Curitiba com base nos dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde.


Se compararmos os índices dos falecimentos de idosos, podemos observar redução no percentual. Em 25 de janeiro, dos 9.433 óbitos de paranaenses por Covid-19, 76% eram de pessoas acima dos 60 anos. Daquela data até essa segunda-feira, das 23.098 mortes registradas no período 59% são de idosos.


O médico intensivista, Jarbas Silva Motta Junior, coordenador da UTI do Hospital Marcelino Champagnat, afirma que com o avanço da vacinação ainda não foi possível perceber uma diminuição na ocupação de leitos, mas uma mudança no perfil dos pacientes.


As mortes na faixa etária de 20 a 59 anos aumentaram 429% de 25 de janeiro a 12 de julho, saltando de 2.149 para 11.376. Enquanto que no grupo de idosos o índice atingiu um acréscimo de quase 200%, saindo de 7.258, em 25 de janeiro, para 21.067 óbitos, nesta segunda-feira.


A fisioterapeuta Flavia Makoski cita que os pacientes que sobrevivem ao coronavírus ficam com sequelas a longo prazo, o que requer um trabalho intenso mesmo depois da alta.


Conforme Flávia, a maioria dos pacientes com Covid-19 que chega às UTIs já apresenta quadros graves que antes eram observados em poucas pessoas que necessitavam de entubação. Isso gera complicações nas respostas aos tratamentos durante e após a internação.

Fonte: CBN Curitiba

https://cbncuritiba.com/mudanca-faixa-etaria-covid-19-vacina/

0 visualização0 comentário