• Deputado Galo

Novo lote de dinheiro esquecido em bancos é liberado pelo Banco Central nesta segunda


Foto: Marcelo Andrade/Arquivo/Gazeta do Povo

O Banco Central libera, nesta segunda-feira (14), mais um lote de pagamentos do Sistema Valores a Receber, que devolve dinheiro esquecido pelos brasileiros em bancos e instituições. Recebem a partir desta segunda os contribuintes nascidos entre 1968 e 1983 e as empresas abertas neste período.


Para ter acesso ao montante, é preciso entrar no site valoresareceber.bcb.gov.br na data e na hora indicadas na consulta inicial ao sistema. Caso tenha esquecido qual é o dia agendado, o cidadão pode fazer nova consulta. O dinheiro só será liberado no horário exato.


O horário de pagamento varia: vai das 4h às 14h e das 14h às 24h. Quem perder o dia, no entanto, poderá ter nova chance de transferência dos valores no sábado (19), quando ocorre a repescagem do sistema.


Depois, na outra semana, começará a liberação do dinheiro aos nascidos após 1983, cuja repescagem será realizada no sábado (26). Se perder essa data, ainda será possível tentar novo saque em 28 de março. Confira o calendário.


Confira o calendário de liberações da primeira fase

Nas datas abaixo, quem tem dinheiro a receber saberá quanto poderá sacar e fazer a transferência.


Data de nascimento ou de criação da empresa – Período para pedir a transferência – Data de repescagem (para quem perder a data agendada)


Antes de 1968 – 7 a 11/3 – 12/mar

Entre 1968 e 1983 – 14 a 18/3 – 19/mar

Após 1983 – 21 a 25/3 – 26/mar


Passo a passo para resgatar o dinheiro

Consulte se possui valores a receber

Acesse o site;

– Informe seu CPF ou CNPJ;

– Se houver valores a receber, o sistema informará uma data para que retorne ao site e solicite o dinheiro disponível, a partir de 7 de março;

– Ainda não será possível saber o valor que poderá ser resgatado;

2) Se tiver dinheiro esquecido nos bancos, verifique seu cadastro Gov.br

– Se você ainda não tiver login Gov.br, faça seu cadastro gratuito no site ou pelo app Gov.br (Google Play e App Store). Será exigido um cadastro Gov.br nível prata ou ouro para solicitar os recursos. Não será possível acessar o sistema com login Registrato;


Crie ou atualize seu login

– Clique em https://acesso.gov.br e insira seu CPF; também é possível realizar esse passo baixando o aplicativo do sistema gov.br em celulares com sistema operacional Android e iOS;

– Selecione as opções de Termo de Uso, Não sou robô e clique no botão Continuar;


Como aumentar o nível de segurança da conta

– Logue em sua conta no portal gov.br com seu CPF e senha cadastrada;

– No menu em lista, clique na opção “Privacidade” e, em seguida, em “Gerenciar lista de selos de confiabilidade”;

– Na página de autorização de uso de dados pessoais, clique em “Autorizar”;

– Na página aberta, aparecerá o nível de segurança atual de sua conta. A maioria das contas são criadas com nível bronze;

– A página exibirá a lista de opções para “adquirir novas confiabilidades do gov.br”, ou seja, aumentar a segurança da sua conta. Algumas alternativas, como a validação facial pelo Denatran para obter nível prata, exigem que o usuário tenha cadastrado a biometria em outras bases de dados do governo;

– Quem possui conta em banco pode adquirir o nível prata por meio do cadastro validado via internet banking. Dessa forma, a plataforma do governo confirmará seus dados pelo login na instituição financeira. Nesse caso, após clicar em “Cadastro via Internet Banking do [nome do banco]”, siga os passos do seu banco para acessar sua conta;


Como atualizar o perfil Gov.br pelo internet banking

Também é possível acessar diretamente a conta gov.br através do login bancário, automaticamente garantindo a validação dos dados e obtenção do nível prata de segurança:

– Acesse https://acesso.gov.br e, em “Outras opções de identificação”, clique em “Seu banco”;

– No pop up de “Bancos credenciados”, selecione o seu banco;

Se o usuário for cliente do Bradesco, por exemplo, os passos seguintes para obtenção do nível prata através da conta bancária serão, segundo o banco:

– Clique em “Continuar” na página em que aparece a mensagem “O site Gov.br quer acessar algumas informações de seu perfil”;

– Em seguida, informe os dados da conta bancária, como agência e número;

– Acesse o aplicativo do Bradesco e selecione “Chave de Segurança”;

– Em seguida, selecione “Validação digital”;

– Escaneie o QR Code e digite o código de oito dígitos gerado no aplicativo;

– Digite a senha do internet banking;

– Na página de autorização, leia o termo de consentimento e clique em “Autorizar”;

– Aparecerá a mensagem “Autorização efetuada” e o usuário será direcionado para o site Gov.br;


Descubra quanto você tem para resgatar e peça a transferência do dinheiro na data agendada

– No dia definido pelo sistema do Banco Central, volte ao site valoresareceber.bcb.gov.br;

– Será necessário logar no SVR com sua conta gov.br nível prata ou ouro;

– Acesse o sistema, descubra o valor disponível e solicite a transferência, informando uma chave Pix;

– Se solicitar o resgate sem informar uma chave Pix, o usuário deverá ser contatado pelo banco em que optou receber o dinheiro para informar os dados da transferência via TED ou DOC. Atenção: o banco não pedirá senhas;

– Se a data não for respeitada, será preciso voltar na data da repescagem definida pelo Banco Central;


Receba o dinheiro

– O dinheiro deve ser depositado via Pix, TED ou DOC pelo banco em até 12 dias úteis.


Fonte: Tribuna PR

https://tribunapr.uol.com.br/noticias/brasil/novo-lote-de-dinheiro-esquecido-em-bancos-e-liberado-pelo-banco-central-nesta-segunda/

1 visualização0 comentário