• Deputado Galo

Paraná tem 923 pessoas na fila de espera por internamento


Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Nas últimas semanas, com a adoção de medidas mais restritivas para conter o avanço da Covid-19 no Paraná, a quantidade de pacientes na fila de espera por internamento em leitos SUS exclusivos para o novo coronavírus diminuiu, mas o cenário ainda não é animador.


Nesta quinta-feira (25), 923 pessoas aguardavam por internamento nos hospitais públicos do estado, sendo 501 por uma vaga em leitos de UTI e 422 por uma vaga em leitos de enfermaria, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa).


Este é o menor número de pacientes aguardando um leito para tratamento da Covid-19, desde o dia 06 de março, quando eram 916 pessoas esperando por uma vaga nos hospitais.


No dia 15 de março, foi registrada a maior fila de espera de pacientes diagnosticados ou suspeitos de infecção pelo novo coronavírus, desde o início da pandemia. Naquele dia, 1.320 pessoas aguardavam por internamento no estado.


A diminuição da fila ainda não reflete uma melhora na taxa de ocupação dos leitos SUS exclusivos para Covid-19, que estava, nesta quinta-feira, em 95%.


A macrorregião Leste, que incorpora Curitiba e municípios da Região Metropolitana, por exemplo, estava com a maior taxa de ocupação, com 97%.


Curitiba

Curitiba é uma das cidades que adotou medidas mais rígidas para tentar conter o avanço da doença. A bandeira vermelha, com o fechamento dos serviços considerados não essenciais, segue vigente, pelo menos, até domingo (28).


Conforme os dados da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba (SMS), divulgados nesta quinta-feira, a capital paranaenses não possui leitos de UTI SUS exclusivos para Covid-19 disponíveis. A taxa de ocupação é de 101%.


Em relação aos leitos de enfermaria, a taxa de ocupação em Curitiba está em 93%.


Desde o início da pandemia, 168.527 moradores de Curitiba testaram positivo para a Covid-19, dos quais 151.557 estão liberados do isolamento e sem sintomas da doença.


Além disso, já foram registradas 3.652 mortes na cidade provocadas pela doença neste período.

São ainda 13.318 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.


Fonte: CBN Curitiba

https://cbncuritiba.com/parana-tem-923-pessoas-na-fila-de-espera-por-internamento/

0 visualização0 comentário