• Deputado Galo

Policiamento comunitário aumenta a interação com a população de Curitiba

O programa de Policiamento Satélite Comunitário e Solidário da Polícia Militar do Paraná completou um mês no final de abril e já tem apresentado os primeiros resultados significativos. Ele está sendo implementado em caráter experimental em Curitiba, após outras experiências localizadas no Interior e na temporada de verão.


Foto: PMPR

O programa de Policiamento Satélite Comunitário e Solidário da Polícia Militar do Paraná completou um mês no final de abril e já tem apresentado os primeiros resultados significativos.


Ele está sendo implementado em caráter experimental em Curitiba, após outras experiências localizadas no Interior e na temporada de verão, e tem colaborado para evitar crimes contra comércios e a população na rua. O desenho foi idealizado pelo Comando-Geral da corporação, em parceria com a Secretaria de Segurança Pública.


Esse policiamento conta com viaturas localizadas em um perímetro, totalizando, aproximadamente, 30 policiais militares solidários em uma mesma ação. O alcance é de um raio de três quilômetros, principalmente de áreas com maior índice de criminalidade na comparação com as demais, grande circulação de pessoas e comércios de rua.


A distância de segurança entre uma equipe policial e outra é de, no máximo, duas quadras, possibilitando até mesmo contato visual. O foco deste policiamento é a prevenção e a proximidade com a população, além de mini-bloqueios para fiscalização de trânsito. Aumenta a sensação de segurança pública, o que é um balizador importante em todo o mundo, enquanto as outras equipes de plantão fazem rondas em outros lugares da cidade.


Estudos realizados pelas unidades das áreas abrangidas indicam uma baixa nos índices de criminalidade. Também foi possível constatar a eficiência por meio do Atendimento 190, que apresentou queda em ocorrências de natureza furtos e roubos.


Por intermédio das abordagens, foram realizados 15 encaminhamentos durante esse período, sendo a maior parte em razão de mandados de prisão em aberto. Também foram apreendidas grandes quantidades de entorpecentes, como maconha, cocaína e crack, resultando em ataque direto ao tráfico de drogas.


Segundo o comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Hudson Teixeira, cerca de 50 viaturas foram instaladas diariamente nas regiões Norte, Sul, Leste, Oeste e Centro da Capital. Elas também tiveram dinamismo em suas atividades e prestaram apoio para as viaturas de Rádio Patrulha.


'É uma novidade que queremos implementar com cada vez mais evidência. O policiamento comunitário aumenta o contato dos policiais com a população. Eles estão prontos para atuar contra qualquer ação criminosa, mas também escutam as demandas e anseios da comunidade, colaborando para a construção de uma fiscalização mais assertiva", disse o comandante.


O secretário de Segurança Pública, Wagner Mesquita, afirmou que a Polícia Militar do Paraná é reconhecida nacionalmente como uma das mais eficientes e preparadas do País. "Esse contato mais dinâmico com a população ajuda no combate ao crime. Os policiais conseguem monitorar melhor as ruas, conhecer os problemas, atender com mais agilidade. Estamos testando novos modelos e queremos replicar em mais locais do Estado", destacou.


AJUDA NA COMUNIDADE – No último feriado, em 21 de abril, uma das equipes do Policiamento Comunitário realizou abordagem no Bairro Parolin e através da busca veicular localizou um revólver com várias munições. Outro evento ocorreu próximo ao Terminal do Boqueirão, no qual uma viatura auxiliou uma mulher em trabalho de parto escoltando o veículo de maneira mais ágil até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região.


Fonte: AEN

https://www.aen.pr.gov.br/Noticia/Policiamento-comunitario-aumenta-interacao-com-populacao-de-Curitiba

0 visualização0 comentário