• Deputado Galo

Programa de retomada econômica auxilia empresários do setor de turismo


Foto: Divulgação

Parceria entre o Instituto Municipal de Turismo (IMT) e o Sebrae/PR, com apoio da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, auxilia micro e pequenas empresas ligadas ao setor de turismo, alinhada com o programa de retomada econômica da cidade. Lançado em 2020, o programa já realizou 1.109 atendimentos, com 2.222 horas de consultoria, para 3.534 empresas/artesãos.


As inscrições para uma nova etapa do programa estão abertas. Desta vez, serão oferecidas mais de 4.444 horas de consultoria a pelo menos 100 empresas. Os interessados podem se inscrever até o dia 15 de abril em https://www.sebraepr.com.br/curitiba/.


Apoio para reinventar o negócio

Uma das participantes do programa de retomada do setor turístico, no ano passado, foi a empresária Maria Lopes Bonamigo, do Restaurante Jeito Mineiro. Como uma maneira de criar uma alternativa às perdas registradas pelo seu negócio em meio à pandemia, ela colocou em prática o antigo plano de criar uma marca de alimentos congelados a partir de receitas caseiras, como dobradinha, rabada, feijoada e lasanha.


Para tirar a empresa do papel, Maria contou com o apoio das consultorias da parceria entre os Instituto Municipal de Turismo e o Sebrae/PR e acaba de lançar a marca Jeito Mineiro Express, à venda em seu restaurante, e pretende expandir as vendas para supermercados.

“Fizemos uma consultoria voltada para a precificação dos produtos, uma vez que são processos muito diferentes daqueles que eu utilizava no restaurante. Passamos a aplicar as boas práticas de fabricação e de segurança alimentar, além de planejar novas maneiras de comercializar, inclusive nas redes sociais e na internet”, afirma a proprietária do Jeito Mineiro.

De acordo com a coordenadora do programa no IMT, Tatiana Neves, o projeto tem como estratégia possibilitar ao empresário do turismo o acesso a uma gama de consultorias em gestão, tecnologia ou de conduta segura, com custos totalmente subsidiados.


“Exemplos de sucesso, como o da Maria, indicam que estamos no caminho certo, é importante mantermos esses investimentos para que a retomada econômica do setor seja rápida”, complementa Tatiana.


Como funciona

O Programa Municipal de Retomada da Economia – Pós Covid-19 oferece ao empresário soluções para alavancar vendas, melhorar a gestão, inserir-se no mercado on-line e até a repensar o modelo de negócio. É destinado a pequenos negócios que dependem da circulação de pessoas e que foram afetados com a pandemia, como as áreas de artesanato, hospedagem, alimentação, eventos, agenciamento receptivo, guia de turismo, transportadora turística.


Podem participar do processo de seleção, empresas e empreendedores ligados ao turismo que se encaixam nas seguintes regras:

- Microempresas e empresas de pequeno porte formalizadas com CNPJ válido; - Microempreendedores individuais; - Artesãos cadastrados pelo Instituto Municipal de Turismo de Curitiba; - Profissionais liberais informais da cadeia do turismo, guias de turismo e profissionais da área de eventos.


A avaliação e seleção das empresas e empreendedores inscritos está sendo feita por uma comissão técnica designada pelo Sebrae/PR.


Retomada econômica

Outra ação que vem auxiliando pequenos negócios de Curitiba são os financiamentos com garantia do Fundo de Aval da Prefeitura. Lançado em outubro de 2020, o Fundo de Aval Garantidor da Prefeitura já viabilizou R$ 3.504.012 em empréstimos para empreendedores da cidade.


A garantia é um dos maiores obstáculos na obtenção de crédito por quem é um empreendedor e não tem bens. Para auxiliar o empreendedor na retomada econômica, a Prefeitura aportou R$ 10 milhões na Garantisul, Sociedade de Garantia de Crédito (SGC), contratada pela Agência Curitiba para emitir cartas de aval.


Fonte: Prefeitura de Curitiba

https://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/programa-de-retomada-economica-auxilia-empresarios-do-setor-de-turismo/58039

0 visualização0 comentário

© 2020 por Deputado Galo