• Deputado Galo

Sem leitos, Curitiba chega ao colapso no sistema de saúde


Foto: Geraldo Bubniak/AEN

A capital paranaense atingiu, nesta quinta-feira (18), o limite de ocupação dos leitos UTI e clínicos, exclusivos para pacientes da Covid-19, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Isso representa um colapso no sistema de saúde da cidade. Não há mais nenhum leito exclusivo para tratamento da doença.


Conforme a pasta, a taxa de ocupação dos 479 leitos de UTI SUS exclusivos para Covid-19 está em 100% e a taxa de ocupação dos 860 leitos clínicos está em 101%.


De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, alguns pacientes que necessitam de leitos para a Covid-19, estão internados em leitos que seriam direcionados para pacientes de outras doenças. Ainda segundo a pasta, essas pessoas estão isoladas das outras.


A capital paranaense contabiliza ainda 13.963 casos ativos da doença, ou seja, de pessoas contaminadas com potencial de transmissão do vírus.


Em Curitiba, desde o início da pandemia, foram registrados 161.967 casos confirmados e 3.381 mortes pela doença. Ao todo, 144.623 pessoas estão recuperadas da doença.


Nesta quinta-feira, a taxa de ocupação das UTI SUS exclusivas para Covid-19 no estado, estava em 97%, segundo a Secretaria Estadual de Saúde do Paraná (Sesa).


Além disso, 1.253 pessoas estavam na fila de espera por leitos UTI ou enfermaria, no estado. Sendo, 642 pacientes aguardando vaga em UTI e 611 aguardando vaga em enfermaria.


A CBN Curitiba fez contato com a Prefeitura de Curitiba para falar sobre a situação de leitos na capital paranaense e aguarda retorno.


Fonte: CBN Curitiba

https://cbncuritiba.com/sem-leitos-curitiba-chega-ao-colapso-sistema-saude/

0 visualização0 comentário